terça-feira, 12 de abril de 2011

Quando não se conhece a verdade toda?

Para quem não se move pelos corredores da actividade política e se atreve a opinar sobre algumas questões, corre sempre o risco de ao não conhecer tudo, emitir opiniões erradas pois não conhece todos os dados.

Emiti a propósito da mais recente crise política algumas críticas à forma como José Sócrates conduziu o processo de negociações do PEC 4, nomeadamente a forma como publicamente apareceu a ideia de que o único contacto que fez com o principal partido da oposição teria sido um simples telefonema.

Sabe-se agora que Passos Coelho faltou à verdade. Pela boca do próprio em entrevista a um canal de televisão. Ele mesmo confirmou que esteve na véspera do envio do tal mail em reunião com o Primeiro-ministro em S.Bento. Não disse mais nada, alegando a confidencialidade da “conversa”. Não disse que a posição que assumiu foi para ceder às pressões dos Barões e Baronesas do PSD que o ameaçavam de provocar uma crise interna que levaria à sua substituição na condução dos destinos do PSD.

Resta saber qual teria sido a posição do PCP e BE se estivessem na posse de todos os dados, se de facto não estivessem.

Independentemente do resto, tudo indica que grande parte da responsabilidade desta crise política deve-se à luta pelo poder no seio do principal partido da oposição.

Lamentável

10 comentários:

Ferreira, M.S. disse...

Pois, como diz o reclame "há uma linha que separa" a verdade daquilo que nos querem fazer crer.
Abraço

Teófilo Silva disse...

A política portuguesa não passa de uma telenovela de péssima qualidade.
Com estes actores estamos f......
Um abraço.

Isa GT disse...

Uma verdade sabemos... são todos uns mentirosos, sempre prontinhos a defenderem os Partidos e a enrolar o zé povinho.
Todo o cuidado é pouco... estamos a precisar que o nosso ADN se adapte e nos acrescente a capacidade mediúnica ;)

Bjos

Pedro Coimbra disse...

Foi um pequeno esquecimento, um lapso de memória.
Anda a acontecer com frequência.
Será excesso de consumo de queijo??

Carlos Albuquerque disse...

A pouco e pouco Passos Coelho vai-se revelando entre os zigs e os zags da sua conduta política.
Lamentável é que a nossa comunicação social dê mais um prova de como está amestrada. Durante semanas Passos Coelho mentiu ao país, com a história do telefonema. Agora não há uma única rádio, folha de imprensa escrita ou televisão que diga que ele mentiu, como sistematicamente o fizeram com José Sócrates!
Não tenho dúvidas: O PSD é o responsável pela crise política. De há muito que o "irredutível" presidente do PSD vinha delineando a estratégia para a demissão do PM,que recebeu um oportuno empurrão com o discurso de posse de Cavaco Silva.
Julgo, contudo, que as coisas não lhe estão a correr da melhor maneira...as eleições de 5 de Junho podem mesmo ser uma surpresa para ele.
Penso que o PCP e o BE tiveram, em tempo próprio, conhecimento da tal conversa em São Bento. Há nos dois partidos gente de muita experiência política, bem informada e de larga tarimba, a quem tal não teria passado despercebido.
Mas isso pouca importância tinha para os dois, unicamente interessados em derrubar o governo do PS. Agarraram, com unhas e dentes, a oportunidade duma maioria com o PSD e o CDS, e não a desperdiçaram!
Um abraço

folha seca disse...

Caras e caros amigos

Na verdade P.P.C não estava interessado em ir já a eleições, pois achava que a fruta estava madura mas ainda não estava podre.
Os Barões e Baronesas a que me referi no post, têm nome. Rui Rio, Pacheco Pereira e Manuela Ferreira Leite, para referir os mais activos.
Pressionaram-no ou era agora ou saltava fora.
Provavelmente esta "estória" vai acabar por ser contada com outros pormenores ainda não conhecidos.
Quanto ao PCP E BE, ou de facto não sabiam ou alinharam numa mentira que induziu muitos de nós em erro.
Abraços

Evanir disse...

Em seu blog pela primeira vez..
E acabei de ler uma grande verdade ..
para minha tristeza não entendo de politica mais sofro com ela sem saber porque .
O seu blog é maravilhoso li também seu poema .
Hoje meu blog homenagiando dois portugueses sou brasileira mais tenho muitas amizades em Portugal .
Por esse motivo meu blog tem as duas bandeiras.
estou seguindo você.
beijos ,Evanir.

www.aviagem1.blogspot.com

Fê-blue bird disse...

Eu não acredito em nada do que eles dizem. Querem todos o mesmo : PODER!

Bjos

Rogério Pereira disse...

Apanhou-se a mentira. E depois. PPC é mentiroso da cor A em confronto com o mentiroso da cor B, que no caso vertente até teve razão contra a razão que o A teve noutra ocasião...
Circunscrever a crise à queda do governo, é, no mínimo, desculpabilizar toda a politica seguida delo PS e que, nos aspectos ecencias não teve grande oposição do PSD...

Surpreendem-me algumas "análises", nomeadamente do Carlos Albuquerque:"para os dois,(PCP e BE) unicamente interessados em derrubar o governo do PS. Agarraram, com unhas e dentes, a oportunidade duma maioria com o PSD e o CDS, e não a desperdiçaram!" Fraca análise. Ou melhor confusão entre principios e taticismos...

Rogério Pereira disse...

O comentário anterior tem muitas gralhas, mas julgo que se entende...