sexta-feira, 22 de abril de 2011

Os Partidos tambem podem reconhecer os seus erros...

Publiquei há dias um post a propósito do estado de saúde de Joaquim Carreira.

Joaquim Carreira é um dos históricos militantes do PCP, digo é porque apesar da brutalidade contra ele cometida que se traduziu na sua inexplicável expulsão, nunca deixou de se sentir como tal. Nas últimas conversas que com ele mantive em perfeito estado de lucidez que entretanto, fruto da doença que o atingiu foi perdendo, o Carreira foi-me manifestando a sua tristeza pela sanção de que foi vítima. Sei que alimentava a esperança que um dia lhe seria feita justiça.

Convém recordar que a razão por que foi expulso se deveu ao facto de manifestar publicamente a sua discordância pela insistência do PCP em candidatar a presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande um homem, que a ele e a muitos outros militantes do Partido não oferecia confiança. A vida deu-lhe razão antes de tempo. A Estória do tal candidato e o desfecho vergonhoso que me dispenso de comentar assim o mostraram.

Os Partidos também erram. Os partidos também podem reconhecer os erros. Os partidos também podem pedir desculpa em público.

Neste Momento em que Joaquim Carreira luta pela vida, seria um acto de justiça que o PCP assumisse o erro cometido há tempos e lhe restituísse o cartão de militante que sempre foi e apresentasse à família e amigos um pedido formal de desculpas. O Carreira infelizmente, dificilmente teria consciência desse acto mas talvez, quem sabe.

3 comentários:

Flor do Liz disse...

Boa tarde,

Sim Sr Folha Seca, que lhe restituam o cartão de militante, mas só isso, agora é muito tarde para remediar o que tiveram tempo de remediar.
Sei o que se passou no funeral do último BARIDÓ, as corajosas mulheres da sua família não deixaram que houve aproveitamento político, pois os que se diziam seus amigos, nem sequer quiseram saber do seu estado de saúde e foram 19 anos que passou preso.

Fê-blue bird disse...

Estas injustiças sempre me dão volta ao estômago.
Lamento muito que a saúde de Joaquim Carreira esteja tão precária.
Um post muito comovente e que merece ser levado em conta.

Bjos

alma de pássaro disse...

Querido Folha Seca,
como disseste no meu blog, o Carreira "deu tudo,não recebeu nada".
Talvez seja esta a altura de alguém lhe dar algo; o reconhecimento que ele merece.
Beijinho