quarta-feira, 6 de abril de 2011

Há aquela velha estória de que o pelotão ia todo com o passo trocado.

"Almeida Santos: Ódio da oposição ao PM bloqueará o país"


Tenho escrito por diversas vezes que há pessoas no PS demasiado caladas perante os erros clamorosos do actual secretário-geral e da equipe que o acompanha.

Sabe-se por aqui e ali que a situação não é pacifica, mas o silêncio ou até o apoio beatifico de algumas antigas consciências criticas em troca de um lugarzito no parlamento ou a nomeação tipo troca por troca para uma instituição publica ou privada como já nos habituaram quando há mudanças de Governo, mesmo que em oposição faz com que se engulam os sapos necessários.

Na noticia cujo link público Almeida Santos uma voz que sempre ouvi com atenção Põe a questão do ódio, palavra pouco usada em política. Mas se de facto há ódios a ditar as decisões que se deviam e não deviam tomar é sem dúvida José Sócrates que o tem demonstrado.

Sou dos que acredito que tendo em conta a insustentabilidade da situação o congresso do PS a realizar nos próximos dias “acorde” alguma das consciências Socialistas.

2 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Já lancei esse apelo, caro amigo, mas não tenho quaisquer expectativas...

Pedro Coimbra disse...

O PS está a fazer a Sócrates o que ele fez a Mário Soares e a Manuel Alegre.
A queimá-lo em lume brando.
Quando chegarem as eleições, deita-lhe fogo de uma vez.