segunda-feira, 25 de abril de 2011

Partiu Joaquim Augusto da Cruz Carreira

Hoje é um dia marcado pela morte do meu querido camarada, amigo e companheiro.
Muito haveria a dizer sobre este lutador. Pedi-te para aguentares mas tu não conseguiste.
Tu que tanto fizeste pela liberdade terias que partir no dia em ela se comemora.
Hoje é dia de ouvir músicas da resistência e da Liberdade, vou deixar-te uma, do teu grande e nosso Amigo Adriano, com quem partilhámos noites de tertúlia quer escondidos quer em plena liberdade. Sei que era a canção que gostavas que te dedicássemos.
Até sempre Carreira.

12 comentários:

Ana Brito disse...

Caro Rodrigo
Singela homenagem ao Joaquim Carreira, um lutador pela Liberdade, pelo mais alto valor da Democracia, e que parte neste dia...que tanto representou para ele e para todos nós.
Um beijinho amigo e muito sentido...
Ana Brito

Helder disse...

Até sempre Carreira! HM

flor de jasmim disse...

ATÉ SEMPRE "Ti Carreira". As lágrimas não me deixam escrever.
Beijinho

A. Constâncio disse...

Desde que me deste a notícia do seu internamento e depois de ir acompanhando o que tens aqui escrito do Carreira, não consigo acrescentar mais nada, a não ser a imensa frustração de não termos conseguido a retratação e a auto-crítica daqueles que o marginalizaram e ostracizaram.
Até sempre Carreira.

Fê-blue bird disse...

Meu amigo, junto-me consternada a esta justa e sentida homenagem.
Até sempre!

Bjos

Pedro Coimbra disse...

Lamento a partida do seu amigo, Rodrigo.
Mas, muitas vezes, se a qulidade de vida despareceu, a melhor maneira de homenagear as pessoas que amamos é deixá-las partir e repousar.
Um abraço solidário

Curioso disse...

Os que com ele partilharam os momentos de luta sabem o quão valioso era para quem o conheceu. As horas que fazia a transportar na "ramona" quem consigo andava na clandestinidade sempre sem qualquer cara de sacrifício não poderá nunca esquecer este Homem. Recordamos uma vez que a policia de choque aqui fez uma carga e ele, depois de ter já sido agredido, vê que estão a bater numa rapariga nova e chega junto deles e diz "não batam mais nela, batam em mim".
Até sempre.

Manuel P. Henriques disse...

Não tenho palavras para descrever este HOMEM, mas sei que que foi um grande exemplo da luta que todos temos obrigação de manter em sua memória. Obrigado Carreira, por teres lutado pela minha liberdade. Espero que todos os marinhenses, saibam honrar a tua memória.

F. Pedro disse...

Curvo-me perante a memória de um homem que o soube ser e que tão mal estimado foi por parte daqueles que, por ele deveriam ter respeito!
Nunca privei com ele mas tinha pelo Joaquim Carreira uma estima enorme e uma sincera consideração...

alma de pássaro disse...

Querido Folha Seca,
Infelizmente,o Sr. Carreira não teve em vida o reconhecimento que lhe era devido por ter lutado para que todos nós hoje disfrutemos da nossa Liberdade.
Podemos sim proporcionar a esse grande Homem a mais digna das despedidas e, espero sinceramente que haja alguém que o faça.
Beijinho

Flor do Liz disse...

Que descanse em Paz.
Que haja alguém, nesta hora, que lhe faça a Justa Homenagem.
Até sempre comandante Carreira.

tecas disse...

Singela e sentida homenagem, a Joaquim A. da Cruz Carreira, que lutou pela liberdade e partiu no dia da liberdade.Assim aconteceu com a minha irmã. Lutou pela liberdade em vida e partiu da vida no dia da liberdade.
Bem haja pela homenagem.
Saudações poéticas