sábado, 1 de janeiro de 2011

Tempo de Sonhar. Tempo de tornar o Sonho Realidade. Tempo de lutar para que não nos tirem o direito ao Sonho. Eles não sabem...

8 comentários:

Luís Coelho disse...

Um poema e uma música de sonho.

Força amigo e acredita no teu sonho que é apenas teu e isso ninguém te poderá tirar.

Tantos sonhos que são meus e que "nem às paredes confesso"

flor de jasmim disse...

Faz tempo que não ouvia esta canção.
Não vamos deixar de sonhar, porque quando isso acontecer nada mais fará sentido. Vamos sonhar, vamos acreditar, vamos gritar até que a voz nos doa.
Beijinho

relogio.de.corda disse...

Ainda hoje, não parei de ouvir as músicas deste senhor... que raio de coisa estranha.

Rogério Pereira disse...

Cá estamos, né?
Fazendo de água mole
em pedra bastante dura
Mas isto vai, amigo. Isto vai...
Ou não fosse o sonho aquilo que comanda a vida!

Abraço

folha seca disse...

Luis Coelho
Não fosse o meu caro um poeta: quem melhor podia interpretar este poema do Gedeão, brilhantemente cantado pelo Manuel Freire, nosso Vizinho para aí mais de uma duzia de Anos.

Flor de Jasmim
Esta cantiga é muita vez ouvida na nossa casa, mas eu sei que andas noutras lides e passa.

Relógio de corda.
Por razões profissionais faço viagem mais ou menos longas. No meu Carro há um Cd do Manuel Freire, ouço-o duma ponta à outra. Sobre a questão da localidade de Amor, se ainda não tem a resposta, diga qualquer coisa.

Rogério.
É isso cá estamos armados em àgua mole. Mas acho que vamos furar a pedra dura. Há uma cantiga pouca conhecida que fala nisso. Um dia deste vou publicá-la. Quem sabe amanhã.

Abraços e votos de um bom 2001( digo bom porque excelente a gente sabe que não vai ser)

Isa GT disse...

Mas já devíamos ter passado a fase do sonho... vamos lá a ver se acordamos... tempo de tirar as ramelas com água fria... de preferência... bem gelada a ver se espevitamos ;))

Bjos

flor de jasmim disse...

É claro que esta canção é ouvida muita vez em nossa casa, quando disse que à muito não a ouvia, referia-me a tu sabes.
Beijinho

Anónimo disse...

É verdade eles não sabem nem sonham...
Nós transformamos o dia a dia nesta enorme capacidade de acreditar.
Mas,quando acreditamos demasiado,logo a seguir somos traidos pelos que já se renderam aos paraisos do poder que deslumbram tantos e tantos que um dia diziam acreditar no sonho.
As mensagens de ano novo,dos mais altos responsaveis do poder cá estão para ilustrar quanto isto é verdade.E neste tempo que se cria de mudança,somos (ou não) surpreendidos de novo,pelo deslumbramento que o Partido que nos governa teve da mensagem do actual pPresidente da Republica.Afinal ambos partilham do mesmo sonho,de não fazer sonhar os Portugueses...