quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Desesperar Jamais...

Surripiado aqui

4 comentários:

Isa GT disse...

Quando olho para este pantanal, bem fornecido de muuuuuitas quintas da coelha... confesso...já começo a desesperar.

Bjos

Fê-blue bird disse...

Desesperar, jamais
"Aprendemos muito nesses anos
Afinal de contas, no tem cabimento
Entregar o jogo no primeiro tempo
Nada de correr da raia
Nada de morrer na praia
Nada, nada
Nada de esquecer
No balano de perdas e danos
Já tivemos muitos desenganos
Já tivemos muito que chorar
Mas agora, acho que chegou a hora
De fazer valer o dito popular
Desesperar, jamais
Cutucou por baixo, o de cima cai
Desesperar, jamais
Cutucou com jeito, no levanta mais"

É isso mesmo DESESPERAR JAMAIS!!!

Beijinhos

Eu, Meu Contrário e Minha Alma disse...

em coro:
"O desespero é próprio de almas sem tempero..."

(acho que a Isa só está a começar, mas não irá lá chegar... tem uma alma temperada, um pouco até avinagada...)

Pedro Coimbra disse...

Se fosse no Facebook, deixaria um "Gosto".
Aqui, deixo um gosto muito!!