segunda-feira, 16 de abril de 2012

Um ovo estrelado se faz favor!

Produtores de ovos em risco. Portugal pode passar de exportador a importador


O preço no consumidor, que está num dos níveis mais altos de sempre, poderá aumentar ainda mais 10% a 15%
As empresas produtoras de ovos vão ter de abater perto de 3 milhões de galinhas em Julho porque não cumprem uma directiva comunitária que obriga à existência de gaiolas melhoradas, um investimento estimado em 75 milhões de euros. Por causa disso, Portugal passará de exportador a importador. VER MAIS

Sou do tempo em que as refeições lá em casa não passavam de uma sopa e o “conduto” era um ovo estrelado ou quanto muito, uma omelete. Tempos idos mas que à velocidade em que se degradam as condições de vida de cada vez mais Portugueses, este tipo de alimentação está a voltar a uma velocidade estonteante, para não referir aqueles, que já nem uma refeição deste tipo conseguem fazer.
Entretanto parece, conforme a notícia indica que os mesmos burocratas que definiam o feitio dos pepinos e tomates, também se puseram a desenhar o tipo de “gaiolas” ideais para as galinhas e vai daí toca de obrigar a abater uns tantos milhões das ditas.
Pronto parece que vai haver um recrudescimento do mau colesterol, porque os ovos vão sofrer uma redução no prato dos Portugueses. Para não falar nas implicações que se farão certamente sentir na indústria em si mas também noutras, por exemplo na de doçaria Nacional, cuja grande parte é para exportação.
Só não sei se o célebre pastel de nata tem nos seus componentes, ovo. Afinal tem.
Nota: Naturalmente que estou de acordo que os animais de cativeiro tenham as melhores condições de vida e alojamento. Mas se olharmos para as condições de vida e alojamento de milhões e milhões de seres humanos por esse mundo fora, verificamos que provavelmente as galinhas que vão ser abatidas, estarão melhor alojadas que muitos seres humanos.

9 comentários:

Isa GT disse...

Quando hoje ouvi a notícia fiquei... em curto circuito e a deitar fumo... estamos numa altura perfeita para abater 3 Milhões de Galinhas e aumentar o preço de um produto que é dos poucos que muitos ainda vão podendo comer.
Mas tudo isto deve trazer água... no Bico... alguém vai ficar com o monopólio dos ovos...

Bjos

Sr. Matumbo disse...

Agora é que temos o caldo (de galinha) entornado.

Janita disse...

Rodrigo.

Nunca,como agora,me apeteceu tanto parafrasear um comment que li algures na blogosfera...

"Ó quisto chegou!!!"

Um beijo.
Janita

mfc disse...

Pois é mesmo isso...
Vamos alertar o Álvaro por causa do "cluster" do pastel de nata e vamos pô-lo à pega com a Cristas!!!
Pode ser que na confusão a gente se safe...

Agulheta disse...

Boa noite Rodrigo! Será que este caso será assim de animo leve e sem macula??? tenho as minhas dúvidas,desta democracia algo falsa destes senhores já desconfio de tudo,olhe por aqui ainda temos alguma lavoura próxima e compramos os ovos,agora se for ao supermercado! Ainda vamos ver por lá ovos Alemãs...Gregos não de certeza.
Abraço

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Já tinha abordado o assunto lá no CR e, obviamente, assino por baixo, Rodrigo.
Abraço

Luís Coelho disse...

Tanta gente sem casa nem abrigo e eles andam a pensar nas galinhas...
Chissa ... é de loucos...

Pedro Coimbra disse...

Publiquei hoja algo de semelhante, Rodrigo.
Passámos de produtores/exportadores a dependentes.
Revoltante!!
Aquele abraço

Carlota Pires Dacosta disse...

Com tanta gente a passar fome, não era mais agradável "oferecer" as galinhas em vez de as abater.
Pelo que ouvi ontem os produtores tiveram 12 anos, mais seis meses para alterar as gaiolas onde elas se encontram, não tiveram tempo???
Beijo