quarta-feira, 11 de abril de 2012

Arre Porra que é Demais!

FMI avisa que mais austeridade pode fazer implodir o país e o governo

Os quatro SES do FMI



O estado do país é como um baralho de cartas, um pouco mais de vento e poderá fazer cair todo o castelo. Pelo menos é assim que o Fundo Monetário Internacional olha para os próximos tempos.
E defende que mais austeridade só aumentará a tempestade no país: quer económica, quer social ou política.

Na última revisão ao Memorando de entendimento, o FMI avisa que, apesar de o programa estar a ser cumprido, há quatro riscos que poderão pôr em causa todo o trabalho. Primeiro, os peritos internacionais dizem que a recessão pode ser maior que o esperado. O ajustamento da economia vai tomando forma e o ambiente externo, “possivelmente mais fraco”, vai intervindo nas contas nacionais através, por exemplo, da redução do consumo. Em segundo lugar, o FMI lembra a missão quase impossível do governo: “A pura dimensão do ajustamento aumenta os riscos de implementação”, escrevem os peritos. Ou seja, são muitas medidas ao mesmo tempo e sobre vários assuntos. Ver Mais.

 

7 comentários:

lidacoelho disse...

Olá Rodrigo
Estes Cabrões só fazem merda e depois não a comem. Fogem com o rabinho entre as patas e com a carteira cheia
O povo coitado sobram-lhe as chicotadas da policia - da nossa e agora parece que da estrangeira...

Rosa dos Ventos disse...

É mesmo!
Irra!:-((

Abraço

Teófilo Silva disse...

E o pior ainda está para vir. Preparem-se...

Teófilo Silva disse...

A maior desgraça de uma nação pobre é que em vez de produzir riqueza, produz ricos. (Mia Couto)

Observador disse...

Só a coelhada não vê uma coisa dessas.

Caro Rodrigo, ainda assim mantenho a esperança.

Abraço

mfc disse...

Acho que fazem ouvidos moucos a todos os que alertam que morreremos da cura!

Anónimo disse...

Em falta muito tempo para este governo implodir !