domingo, 22 de maio de 2011

Traz Outro Amigo Também - José Afonso

No meu post anterior tinha intenção de aprofundar mais o tema. Porque creio que os textos demasiados longos são pouco lidos, decidi ficar por ali para posteriormente voltar ao assunto.
No fundamental a ideia era abordar a capacidade de apesar de opiniões diferenciadas no que respeita às melhores soluções politicas para o País, nunca as relações de amizade e outras deverem ser afectadas por isso. A muitos de nós já aconteceu. Que nunca esqueçamos o significado da palavra amigo. Deixo aqui um link para um post que um amigo me dedicou. Ver

8 comentários:

Fê-blue bird disse...

Meu amigo:
Já vi, já comentei e já me comovi.
No amigo Rogério também deixei estas palavras:

« Nenhum indício melhor se pode ter a respeito de um homem do que a companhia que frequenta: o que tem companheiros decentes e honestos adquire, merecidamente, bom nome, porque é impossível que não tenha alguma semelhança com eles. (Adam Parfrey)»

beijinhos

Sandra disse...

"Um amigo é para sempre mesmo que o sempre não exista"

Janita disse...

Amigo Rodrigo ( permita-me que o trate assim.)
Já estive no blogue do amigo Rogério, li, e, claro, comovi-me!
Li o seu comentário e é a ele que dou especial destaque.
Sem pieguices nem sombra de animosidade, "aperta a mão" a um amigo, contristado, que num rompante lhe dirige uma palavra mais brusca e que de certa forma o desapontou.
É assim que se cimentam e fortalecem as grandes amizades.

É desta forma simples, como eu, que quero manifestar-lhe o meu respeito e admiração.
Felicito-o pela escolha deste tema, tão a propósito, do "nosso" Zeca Afonso.
Um abraço.
Janita

Rogério Pereira disse...

Sem outras palavras que não sejam as dele:

Amigo
Maior que o pensamento
Por essa estrada amigo vem
Por essa estrada amigo vem
Não percas tempo que o vento
É meu amigo também
Não percas tempo que o vento
É meu amigo também

Em terras
Em todas as fronteiras
Seja bem vindo quem vier por bem
Se alguém houver que não queira
Trá-lo contigo também

Aqueles
Aqueles que ficaram
(Em toda a parte todo o mundo tem)
Em sonhos me visitaram
Traz outro amigo também

heretico disse...

concordo!

parafraseando uma boutade conhecida - há mais vida para além da partidarite...

abraço

Pedro Coimbra disse...

Rodrigo,
Se se perde um amigo por causa de divergências políticas, partidárias, religiosas, desportivas,....então não se perdeu realmente um amigo.
Perdeu-se alguém que julgávamos que era um amigo.
Um abraço

Fada do bosque disse...

Amigo do meu amigo, meu amigo é. Este Mundo é dos amigos! :)
Não sou muito boa com palavras... sou mulher mais de acção e por isso venho aqui para lhe deixar um abraço e um obrigada, por ter escolhido essa canção.
Que contente estou!... :))

folha seca disse...

Queridas e queridos amigos
Sim a amizade tambem nasce por estas bandas.
Creiam que nestas circunstâncias as palavras faltam.
Na blogosfera (como em todos os lugares da vida) por vezes tambem se "desatina".
Ter opiniões próprias (certas ou erradas) por vezes têm os seus custos e criam maus momentos.
Mas a amizade, na verdadeira acepção da palavra, supera tudo.
Embora no caso concreto, não foi nada de especial. Uma simples má disposição que provocou outra, mas ao dois logo passou.
Obrigado pela vossa amizade.
Rodrigo