sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Xiu minino não fala Política


Ouvi o Valdemar Bastos pela primeira vez numa das primeiras Festas do Avante e provavelmente a primeira vez que esteve em Portugal, alías como muitos outros nomes grandes da musica, que através deste evento actuaram pela primeira vez em Portugal. Que assim continue, pois de facto "não há festa como esta."

Nota: Presumo que a letra da canção foi alterada no tempo em que uma violenta guerra civíl se abatia sobre Angola, muito depois da independência.
Penso que na original a Velha Xica dizia: "já posso morrer, já vi Angola independente."

4 comentários:

Rogério Pereira disse...

Duas verdades, factuais:
- não há festa como essa
- a versão original da canção era mesmo a que diz ser

(que será feito dos dois cantores?)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Também vi o Waldemar Bastos, pela primeira vez, numa Festa do Avante. Perdi-lhe o rasto.
Da Dulce Pontes ainda vou ouvindo falar...

Evanir disse...

Meu Anjo..
Agora, neste momento,
onde quer que esteja,
sinta o coração tranqüilo,
a alma leve, a mente junto da luz.
Sinta neste momento, o ar que te rodeia,
a vida que pulsa perfeita em você.
Não se descuide nunca!!!!
Dê sempre a você, o melhor...
aceitando a transformação dos tempos,
aprendendo que a cada dia,
muito está reservado para a você.
Então, seja feliz agora..
Seus lindos Sonhos realizados.
Um final de semana lindo e abençoado.
Sua Amizade Para Mim é Tudo.
Bjs,,Evanir,,

Pedro Coimbra disse...

Do Wlademar Bastos só conheço esta música.
A Dulce Pontes anda desparecida.
Mas nuncca esquecida.
O álbum em que ela canta as músicas do Morricone é uma maravilha.
Abraço e bfds