sábado, 10 de março de 2012

José Manuel Tengarrinha

Em tempos em que a actividade politica tem sido seriamente desprestigiada, dado o desvirtuamento dessa actividade por um conjunto demasiado numeroso de ”políticos“ de plástico, comemorar os 80 anos, felizmente em vida de um dos mais prestigiados políticos da década  de 70 e 80 do século passado é um acto bonito e certamente proporcionará um excelente encontro entre pessoas de vários quadrantes políticos como se antevê pelos nomes que compõem a comissão promotora como se pode ver aqui ( link), para já constituída por 180 pessoas
Recordo José Manuel Tengarrinha nos tempos do MDP-CDE de que foi fundador, da sua saída da Cadeia de Caxias, onde estava encarcerado após o derrube do regime fascista. Mas recordo também o tribuno, o homem afável que dava gosto ouvir e que tão bem nos mobilizava para a luta anti-fascista e após o derrube da ditadura para a construção de Democracia. Outros amigos e amigas escreveriam muito mais acerca deste homem. Mas certamente a sua biografia politica e intelectual não caberia num post que pretende apenas dar a conhecer a iniciativa.
As inscrições para o almoço comemorativo do 80º Aniversário que se realiza na FIL- Junqueira, no sábado 14 de Abril. Poderão ser feitas para o seguinte e-mail oitentatengarrinha@gmail.com

5 comentários:

Observador disse...

Um verdadeiro homem da democracia pura e que muito lutou pela liberdade.

Gisa disse...

Ainda bem que existem homens assim, que fazem a diferença!
Linda idade.
Um grande bj querido amigo.

Evanir disse...

SE EU PUDESSE DEFINIR COM PALAVRAS O
SIGNIFICADO ESPECIAL QUE VC TEM NÁ MINHA VIDA.
Não CONSEGUIRIA. MAS TENHO CERTEZA QUE DIZENDO SOMENTE.
OBRIGADO POR VC EXISTIR, VC JA ENTENDERIA.
É maravilhoso ter vc comigo !
SEu carinho e sua amizade me faz muito bem.
Muitas bençãos e vitórias para você nesse final de semana.
Que Deus te ilumine hoje e sempre.
A Viagem te espera de braços abertos
embarque comigo rumo ao horizonte azul.
Beijos no coração.
Evanir...

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Conheci-o bem, pois éramos vizinhos e tive como companheira uma prima dele. No dia 14, salvo qualquer imprevisto, lá estarei.
Abraço

Graza disse...

Quem, dos que anteciparam Abril com o seu desassossego, e depois o festejaram na rua, não tem por este homem um carinho especial, mesmo não o tendo seguido na via partidária?

Se lhe estivessem a faltar amigos na comemoração, corria já a inscrever-me, mas vejo que não faltam.

Saudações.