domingo, 22 de janeiro de 2012

Uma onda de solidariedade espontânea

Nestes últimos dias fui ficando extremamente sensibilizado com a onda de solidariedade em volta de um desgraçado que depois de uma vida inteira de trabalho tem como rendimento duas míseras reformas, que não lhe chegam minimamente para as despesas.Dando uma volta pelas redes socias, blogosfera e ainda alguns jornais, de facto não posso deixar de ficar comovido pela nossa capacidade de dar atenção a um nosso irmão que depois de dar o seu contributo em mais de 40 anos de trabalho e ainda gratuitamente servir os interesses do País, trabalhando arduamente pelo nosso bem-estar.


Eu que até achava que nos tornámos num povo egoísta e olhamos demasiado para o nosso umbigo, vem este facto demonstrar-me que estava enganado.
Não posso deixar de lamentar o facto de ontem quando o tal reformado aceitou o convite do edil de Guimarães que o levou (incluído nesta onda de solidariedade) a jantar, alguns invejosos assobiaram e vaiaram o homem. Ver Aqui. e Aqui

Pronto ficamos a saber que a solidariedade não é uma palavra vã. Só tenho duvidas é se as televisões vão continuar a ser veículos de denuncia da situação de muitos outros que estão na mesma situação pois depois de anos e anos de árduo trabalho ficaram apenas com miseras reformas e nalguns casos ainda têm que pagar balúrdios a advogados caros para se defenderem de acusações certamente injustas de que foram alvo.
Mas caso as televisões não lhes dêem a devida atenção, podem sempre fazer como aquela personalidade (conhecida por emplastro) que por tanto aparecer à socapa à frente das câmaras acabou por ganhar uma dentadura.

8 comentários:

acácia rubra disse...

Rodrigo

Que asco!

Beijo

Teófilo Silva disse...

Coitado do homem. Ele nem tem culpa nenhuma. Por acaso foi ele que se elegeu?
Pois os culpados são quem o lá meteu.

Bom Domingo.

Abraço

Janita disse...

Rodrigo.

Adorei o "tom" sarcástico com que abordou este tema tão caricato!

É, de facto, lastimável que o PR tenha feito semelhante declaração.
Pessoalmente, encaro isso como um atentado à inteligência, sensibilidade e actual situação em que vivem os portugueses.

Não pude deixar de sorrir com o seu parágrafo final!

Provavelmente, nem todos se lembrarão desse "emplasto" que refere e que por força de tanto se meter à frente das câmaras de televisão, muitas vezes sobrepondo-se aos entrevistados, acabou por ficar com um "bonito sorriso"!!

Mais uma vez, obrigada Rodrigo!

Beijinhos e continuação de bom Domingo.
Janita

Rogério Pereira disse...

De alguma forma, ele está a utilizar a técnica do Mourinho: Chama sobre si as atenções e o odioso para salvar a equipa... Os crentes acreditam que ele poderá vir a ser um excelente Salazar...entretanto, Portugal foi classificado, por risco de bancarrota o país de risco mais elevado (0.2 superior à Grécia...)

Fê-blue bird disse...

Meu amigo, eu já ando a poupar, para o ajudar ;)

Ao que chegámos infelizmente.

Se puder passe no meu blogue tenho um desafio que talvez vá gostar, para o animar :D

beijinhos

Carta a Garcia disse...

Caro Rodrigo,
Sempre ao dispôr...Obrigado pelo link.Coitado do C.S.?!
Abraço...
Osvaldo Castro

Graça Sampaio disse...

Eu até vou comprar uma daquelas T-shirts para o ajudar, coitadito!

Umas boas bordoadas é que lhe faziam bem!

heretico disse...

"rei" fraco faz fraca a fraca gente...