sábado, 7 de janeiro de 2012

Sérgio Godinho - Balada da Rita.

6 comentários:

L.O.L. disse...

Grande clássico:)

L.O.L. disse...

"E o coração que o conte quantas vezes já bateu pra nada"

...sem dúvida.

Fê-blue bird disse...

Caro am igo:
"O coveiro que o diga
quantas vezes se apoiou na enxada
e o coração que o conte
quantas vezes já bateu para nada."

Sempre actual este tema, o que prova que o coração tantas vezes bate para nada.

beijinhos

Isa GT disse...

"quem tratou de me amar
soube estancar o meu sangue
e soube erguer-me do chão"

...mas também há a versão alternativa... lamber as feridas e levantar do chão sem esperar ajudinha ;)

Bjos

carol disse...

Muito bom! De "Kilas, o mau da fita" - que belo filme com banda sonora do nosso Sérgio Godinho.

Bom fim de semana.

BlueShell disse...

Emblemática, esta canção e MUITO a propósito!!!

Um bejo e bom Domingo!
(te agradeço, de coração o elogio ao meu humilde poema)
BShell