segunda-feira, 21 de março de 2011

E a nós. Quem é que nos ouve?

PEC IV chega hoje ao Parlamento

A noticia cujo link publiquei acima deixa-me algumas interrogações sobre a capacidade de que as decisões que venham a ser tomadas correspondam aos sentir dos Portugueses.
É evidente, que mal ou bem o Parlamento e os grupos parlamentares correspondem ao nosso sentido de voto. Os deputados estão lá porque os elegemos (claro os que votámos).

Mas será que muitos de nós nos sentimos ainda representados por aqueles em quem directa ou indirectamente depositamos o nosso voto?
Será que a decisão que vier a ser tomada corresponde aquilo que os eleitores pensam e querem?

Assistimos neste fim-de-semana a um conjunto de acontecimentos que analisados cada um por si, demonstram o quanto cada vez mais a oligarquia política está desligada do verdadeiro sentir dos Portugueses. Enquanto assistimos (via TV) a um conjunto de iniciativas Político Partidárias de afirmação das actuais lideranças. Víamos na Rua um gigantesco número de pessoas exigindo o respeito pelos seus direitos.

Será que os “nossos” políticos (no poder ou e a caminho) se tornaram tão insensíveis ao clamor popular que não tenham nada a dizer? Sinceramente não ouvi!

2 comentários:

Fê-blue bird disse...

Eles são políticos de gabinete, de carreira, não sabem nem querem saber o que o povo pensa, o que o povo faz!
Estão num mundo à parte, só a olhar para o seu próprio umbigo.
Bjs

Pedro Coimbra disse...

O Prof. Jorge Miranda disse tudo - "uma geração de polítcos sem qualquer qualidade".
E se ele tem legitimidade para o dizer.