quinta-feira, 10 de março de 2011

As fontes de inspiração do Prof. Cavaco Silva. Aliás, dignissímo Presidente da República Portuguesa

Informado que andava por aí um grupo musical chamado de “os Deolinda” a agitar a malta e tendo ainda atravessado na garganta um outro cantor que nos idos anos de 1994 deu um contributo para a queda de um dos seus governos, sim aquele que não tirava os óculos.
O nosso Presidente anterior e presente achou que para moleza já tinham chegado os últimos 5 anos e vai daí agarrou-se ao you Tube e fez uma pesquisa. Como não sabia bem o nome da canção que parece andar por aí a empurrar a malta jovem para uma manif. Escolheu aquela que lhe pareceu ser a tal.
Tanto ouviu que saiu discurso prá-frentex. Só não citou os que estão à rasca porque, presidente que se preze não diz palavras foleiras, sim porque para isso tem o seu companheiro de partido na presidência da Madeira.
Aqui fica

3 comentários:

Rogério Pereira disse...

Para mim esta canção é muito mais interessante
sobretudo se for cantada nos termos em que a ouvi
na Festa do Avante

(discurso pra fretex? ouvimos o mesmo? a coisa mais reaccionária que já lhe escutei. Tem o mérito de falar claro, de não esconder o que quer...)

Fê-blue bird disse...

Outra canção a mexer com as consciências.
Quanto ao Cavaco, anda desorientado e discursa o que for mais conveniente, para ele claro.

Bjos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Eu até admito que Cavaco disse algumas verdades. O problema é que as proferiu descontextualizadas e numa dinãmica intolerável de ataque ao governo, o que é inaceitável num PR.