sábado, 26 de fevereiro de 2011

Baú de Memórias CPL (conjunto Pauta Livre) 2

Lado A


Lado B

P.S: O CPL Visto por um dos seu protagonistas:

O Conjunto Pauta Livre (CPL), era formado por um grupo de jovens da Marinha grande, com idades entre os 17 e os 22 anos que inicialmente se dedicava como muitos outros conjuntos existentes, a interpretar músicas essencialmente para dançar.

Nesta época, compreendida entre finais dos anos 70 e os primeiros dos 80 do século XX, não havia colectividade que não tivesse o seu baile semanal, assim como a sua festa anual, havendo por isso muita solicitação para os vários conjuntos. Quem tem mais de 40 anos, provavelmente recorda-se disto.

Surge então em Portugal, uma onda de “Rock português”, e foi uma revolução tão grande no campo musical, que não havia conjunto que não quisesse participar neste movimento. O CPL, formado por jovens que tinham as suas ambições musicais experimentaram então começar a compor os seus próprios temas, cujas letras reflectiam o que se passava não só em Portugal, mas também por todo o mundo. A primeira oportunidade de mostrar o seu trabalho surgiu num concurso em Coimbra denominado “SÓROCK81”, onde não foram muito felizes, porque a concorrência era muito forte e a experiência era ainda pouca.

Mais tarde houve outro concurso a nível nacional com eliminatórias por distritos. Aqui correu melhor, pois saíram vencedores pelo distrito de Leiria, dando-lhes a oportunidade de disputar as meias-finais em Almada.

Depois destas aventuras, seguiu-se a visita a algumas editoras discográficas com a intenção de gravar um disco, conseguindo-se esse objectivo através da editora RCS.

Muitos concertos se seguiram, tanto individuais, como em conjunto com outros grupos ou artistas da época, nomeadamente JÁFUMEGA, ROXIGÉNIO, ROQUIVÁRIOS, DINA, CARLOS PAIÃO, JOSÉ CID e outros não menos importantes.

Entretanto, com a existência de tantos grupos e com o aparecimento de outro fenómeno mais atractivo, que eram as discotecas que apareciam não só nos estabelecimentos próprios para esse fim, mas também nas colectividades, começaram a escassear as solicitações para actuações do CPL.

Como os músicos deste grupo eram apenas amadores, pois naquele tempo não se podia viver na província e pretender ter uma grande carreira musical, e como alguns constituíram família e outros tinham uma carreira universitária mais promissora, decidiram fazer um interregno, talvez até um dia, porque os momentos passados em conjunto foram tão bons que a amizade ficou para sempre.

2 comentários:

Rogério Pereira disse...

Ao ouvir isto (bom som), lembrei-me dos "Tócandar"... Que é feito deles?

folha seca disse...

Caro Rogério
O Conjunto Pauta livre, foi um grupo que fez um trabalho como um conjunto de baile. Foi um pouco mais além de isso, ao ponto de ganhar o direito de gravar um disco em viníl, face A e B.
Foi extinto porque os jovens que o compunham tinham uma vida a construir. Pedi a um deles que por caso é meu irmão e aprendeu a tocar viola com a minha, um resumo para publicar em P:S. espero que apareça.
Quanto aos Tocandar, estão vivos e recomendam-se. A situação parece que foi remediada.
Abraço