sábado, 15 de setembro de 2012

Que se lixe a Troika e os seus serventuários.

Marinha Grande
Acabei de chegar a casa depois de participar naquela que me pareceu a mim e amigos com quem conversei talvez a maior concentração das últimas décadas, aqui por estas bandas. Era notória a presença de pessoas que nunca tinham participado numa acção destas. Gente sem partido, gente com partido (até destacados dirigentes) dos vários partidos de esquerda.
Sentiu-se uma brisa de unidade, factor imprescindível  para impedir ainda um maior descalabro do nosso País.

4 comentários:

Lídia Borges disse...


"Uma brisa de unidade". Que falta fazia!

Em Braga, estivemos muitos, muitos...

Lídia

Rogério Pereira disse...

Um mar de gente, um grande rio varrendo Portugal de lés-a-lés...

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Os portugueses deram ontem uma demonstração inequívoca de que estão fartos. Mas disseram, também, que não acreditam nos actuais partidos e que a solução tem de ser encontrada na mobilização da sociedade civil.
Um dia que ficará na História

Anónimo disse...

Ora pois ai está uma linda conclusão.A direita mais conservadora que quer acabar com Abril,não diria melhor.