domingo, 12 de dezembro de 2010

É Domingo

Aos domingos as ruas estão desertas
e parecem mais largas.
Ausentaram-se os homens à procura
de outros novos cansaços que os descansem.
Seu livre arbítrio alegremente os força
a fazerem o mesmo que fizeram
os outros que foram fazer o que eles fazem.
E assim as ruas ficaram mais largas,
o ar mais limpo, o sol mais descoberto.

Ficaram os bêbados com mais espaço para trocarem as pernas
e espetarem o ventre e alargarem os braços
no amplexo de amor que só eles conhecem.
O olhar aberto às largas perspectivas
difunde-se e trespassa
os sucessivos, transparentes planos.

Um cão vadio sem pressas e sem medos
fareja o contentor tombado no passeio.

É domingo.
E aos domingos as árvores crescem na cidade,
e os pássaros, julgando-se no campo, desfazem-se a cantar empoleirados nelas.
Tudo volta ao princípio.

E ao princípio o lixo do contentor cheira ao estrume das vacas
e o asfalto da rua corre sem sobressaltos por entre as pedras
levando consigo a imagem das flores amarelas do tojo,
enquanto o transeunte,
no deslumbramento do encontro inesperado,
eleva a mão e acena
para o passeio fronteiro onde não vai ninguém.

António Gedeão, Novos Poemas Póstumos, 1990(in Poesia Completa, Lisboa, Edições João Sá da Costa, 2a. Ed., 1997, p. 188).

6 comentários:

Rogério Pereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rogério Pereira disse...

A cidade desertificada
A alma que lhe falta
E a esperança que tarda
Tudo isso agarrado a um domingo
--
Não conhecia este poema, do meu (nosso)poeta

Pedro Coimbra disse...

O oposto de Macau.
A confusão é ainda maior no final da semana.
Já mete impressão.

Fê-blue bird disse...

Meu amigo:
Sou fã de António Gedeão e cada vez descubro mais poesias que desconhecia e que me tocam profundamente. Tenho um publicada no meu blogue "café com letras" que depois irei publicar nos 5 minutos, que tal como esta nos mostra o talento inconfundível deste nosso mestre.
E como já é segunda-feira ;-) desejo-lhe uma excelente semana.

Beijinhos

flor de jasmim disse...

Como lidar com as energias negativas!!! Lendo algo de bonito, tal como este poema, que eu sinceramente não conhecia.

Beijinho

Anónimo disse...

Parabéns e obrigado por não desistir de nos oferecer estas pérolas.