quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Zeca 83 Anos


Se estivesse vivo José Afonso faria hoje 83 anos. De facto, fisicamente não está entre nós. Mas quem acompanha a sua obra sabe, mais do que nunca que a sua obra já se tornou  imortal. Mais do que nunca se sente o quanto nos faz falta, para "empurrar e animar a malta".

7 comentários:

Janita disse...

Obrigada, Rodrigo.
Por manter sempre viva a chama da recordação desse grande e incansável lutador da Liberdade e da justiça popular.

"Lá do cimo de uma montanha
Acendemos uma fogueira
Para não se apagar a chama
Que dá vida na noite inteira
Mensageira pomba chamada
Mensageira da madrugada
Quando a noite vier que venha
Lá do cimo de uma montanha".

Parabéns, Zeca Afonso!

Beijinho, Rodrigo!

Pedro Coimbra disse...

Não se esquece, Rodrigo.

Aquele tipo que ontem o irritou, é um tipo com umas ideias muito estranhas.
A obsessão por Salazar é uma delas.
Fruto dos verdes anos?
Passa muito por aí.

Aquele abraço

Rosa dos Ventos disse...

Imortal graças às suas canções de intervenção e à sua postura de lutador anti-fascista!

Abraço

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Nunca me esqueço do aniversário dele, porque coincide com o da minha sobrinha.
Abraço

Pedro Coimbra disse...

Passo para deixar um abraço e votos de bom fim-de-semana

Observador disse...

Zeca deixou uma marca profunda.

Bom fim de semana e um abraço.

Graça Sampaio disse...

E é mesmo o que faz falta, é animar a malta (para ver se vem finalmente para a rua...)

Beijinhos revolucionários...