domingo, 11 de setembro de 2011

Os 11 de Setembro(s) que povoam as nossas Memórias...

Não sou muito de recordar datas, prefiro (ou habituei-me mais a fixar-me nos acontecimentos) mas hoje as más recordações de 2 datas coincidentes no dia e no mês fazem-nos lembrar 2 acontecimentos que a humanidade dispensava. Se os trago aqui não é por qualquer vontade de os lembrar e muito menos de fazer lembrar. Mas olhando para o Mundo e as manifestações de intolerância que vemos por aí, fazem-me temer que as "razões" que fizeram com que no Chile se abafasse uma jovem democracia num banho de sangue às mãos dos Fascistas comandados pelo sanguinário Pinochet com o apoio, colaboração e financiamento (hoje mais que comprovado dos então dirigentes dos EUA) e o outro 11 de Setembro levado a cabo por um grupo de fundamentalistas às ordens do sanguinário Osama Bin Laden, usando a Al Qaeda como exército movido por princípios fundamentalistas, mandou executar.

Nestes 2 acontecimentos que a humanidade hoje recorda com mágoa e em que muitos choram a perda de milhares de vidas humanas, seria de bom tom que os homens de boa vontade, se unissem para que este tipo de acontecimentos fosse abolido para sempre dos "medos" que infelizmente teimam em acompanhar-nos.

8 comentários:

acácia rubra disse...

Acredite que tenho andado amargurada com a aproximação da data.

Quando é que tudo isto vai parar?

Quando é que uns deixam de se ver como senhores do mundo de todos?

Beijo

carol disse...

Curioso... também escrevi assim no ano passado! Ao fim e ao cabo, pensamos todos, mais coisa, menos coisa, quase a mesma coisa... É, de facto uma data triste! Só que o folclore americano não deixa esquecer o ataque às Torres Gémeas, enquanto a trágica data da história chilena, quem se lembra dela?!

Janita disse...

Rodrigo, andei a ver as suas "Calhandrices" e fiquei sem saber se o blog teve continuidade,após a sua saída, uma vez que era colectivo.
Fez muito bem em fazer a reposição desse post. Nunca é demais lembrar as atrocidades, que a comunicação social parece ter esquecido.
Um abraço.
Janita

O Puma disse...

Que merda

os genucídios patrocinados pelos EUA
não terem Torres mediáticas

onde lamentavelmente morrerem pessoas de 90 nacionalidades

Hugo Nofx disse...

Curiosamente, numa Festa do Avante deram-me um cartaz lindo do Allende!!! Foi em 98, e sei isso porque escrevi a data no dito cartaz para não me esquecer. Como é que já passou tanto tempo? E tantas Festas...
abraço.

Pedro Coimbra disse...

Rodrigo,
11 de Setembro de 2001.
Malas feitas e família, então ainda só com uma filha, pronta para partir na manhã seguinte para os Estados Unidos (São Francisco e Nova Iorque).
Como esquecer??
Um abraço

Clarisse Silva disse...

Boa tarde,

Era bom que o mundo aprendesse com os acontecimentos, tornando-se mais humano, mas nem assim o sentimento de humanidade se sobrepõe ao egocentrismo e cada um... pelo menos por agora.
A esperança não morre.
Saudações,
Clarisse Silva

LB disse...

A mesma data. A mesma desgraça, MORTE de inocentes!
Épocas diferentes. Os mesmos intervenientes. Os E.U. (embora de forma diferente).
Mas não deixa de ser sintomático. Onde metem a mão, há mortes. (Irão, Iraque, Afeganistão, Iraque outra vez,...) Eles são os senhores da guerra. Os outros (nós), são piões, mexilhão ou que queiram chamar. Até quando? Lamentamos as mortes mas não lutamos contra o que está por trás dela.... sempre o interesse vital Americano, sempre o interesse vital do imperialismo. Já sei.! Não se podem mistura as coisas..... mas é preciso pôr os pontos no "is". E já agora, sem deixar de condenar o 11 de Setembro nos E. U. Acho bem pior o que os E.U. fizeram no Chile....! Venceremos!!! como diz a canção.