quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

"No Comboio Descendente"

Há dias que por razões profissionais passo bastante tempo frente a um monitor. Com esta invenção das janelas mantenho sempre 2 ou 3 abertas.
Subescrevo algumas Newsletters que me vão chamando a atenção para o que de mais relevante se vai passando no País e não só. Claro que também vou dando uns saltos ao facebook e ao blogguer, para aliviar os “apertos” do dia-a-dia. Pouco de bom chega, salve-se a boa disposição que alguns amigos ainda mantêm e conseguem tratar alguns assuntos com humor.
 
Para quem vive intensamente a situação politica e económica do País e percebe a queda a pique em todos os itens da nossa economia é com uma forte angustia que acaba o dia, até porque quase sem dar por ela, embarquei neste “comboio descendente”.
 
Mas verdadeiramente a minha grande angústia deve-se a que o pior governo, o mais desacreditado, o mais incompetente de que há memória depois de Abril continua a sua brutal caminhada na destruição do que ainda vai restando e não há quem lhe ponha travão. Retórica, análises aprofundadas discursos inflamados existem de facto, mas na prática não passam de um verdadeiro “seguro” de vida até 2015 porque na verdade é para aí que se preparam a "tropas". O resto é mesmo só para Inglês ver. 
 Entretanto o acto de fazer politica está cada vez mais desacreditado com todos os perigos que isso comporta.

9 comentários:

Janita disse...

Amigo Rodrigo,
sempre uma delícia ouvir as canções do nosso Zeca! Esta há já bastante tempo que a não ouvia e que bem o Rodrigo soube adaptar o excelente texto à canção!
Vamos mesmo num comboio descendente e vão-nos valendo as janelas que vamos abrindo para nos alegrar um pouco a vida.

O futuro apresenta-se-nos muito negro!

Um beijo.



Rogério Pereira disse...

Meu caro amigo
Não tem nada a ver consigo
Nem com esse seu desabafo
E ainda menos com o Zeca (que tanto falta faz)
O desabafo é meu!
É que dizem que o meu principal inimigo, veja lá bem, meu amigo... é o PS... Não, não é!
O melhor, eu queria (encarecidamente) que não fosse... Mas vamos à confidência... Não há paciência... Aqui, em Oeiras, onde reina o Isaltino, é um verdadeiro desatino... O Isaltino embarca numas PPP´s... a Assembleia Municipal o qué que faz? Zás... vota a favor do estupor... Vota a favor sim senhor... Claro que o Bloco votou contra.. Claro que a CDU votou contra... mas isso não conta... Votaram a favor os mesmos de sempre... Sim, esses mesmos... E mais quem? Isso mesmo, esses que são o meu inimigo número um... Pois é... E não é "peixe pró gato"... Essa gente vai pagar uma pipa de massa... Pois no estado em que está a justiça, é preciso que alguma justiça se faça...

E agora um conselho... qué que acha? Edito isto num meu post? Eu que ando a ser enxovalhado por não alinhar com essa gente...

Dê-me resposta!, é urgente...

Graça Sampaio disse...

Já o tenho afirmado e com que pena, com que angústia, que estes fulano vão aguentar-se lá até 2015 porque este povo é uma cambada de acomodados e de crentes. Acho que até acreditam nos gulotões do Presto! Desde que lhes meteram na cabeça que a culpa disto tudo foi do governo anterior, acham que estes são os salvadores da Pátria e temos de nos abnegar e aceitar todos os "sacrifícios" todos os desmandos destes safados que elegeram. receio bem que tenhamos de os aguentar - no comboio bem descendente - até o distante ano de 2015!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Começo a acreditar que vão chegar a 2015 e, ainda pior, que voltem a ser governo.
Nos últimos tempos tenho ouvido coisas deste povo tuga que me revolvem as entranhas. Leva no toutiço, protesta, mas depois volta a votar neles porque olha para o lado e não vê ninguém melhor. O lado, claro, é aquele partido que se reclama de socialista, mas é um bom aliado do governo.

Pedro Coimbra disse...

Este governo chegará a 2015, Rodrigo?
Tenho dúvidas.
Com tanta contestação.....
E se o Orçamento for chumbado pelo TC?
E se o CDS achar que chega?
Não sei, Rodrigo, não sei....
Aquele abraço

folha seca disse...

Caro Rogério
Já que pede aqui vai. Não resposta à letra às questões que deixou mas uma opinião já com alguns tempos.

http://rmanuelh.blogspot.pt/2012/05/pois-no-fim-fica-o-nim.html

Menina Marota disse...

"...
Mas verdadeiramente a minha grande angústia deve-se a que o pior governo, o mais desacreditado, o mais incompetente de que há memória depois de Abril continua a sua brutal caminhada na destruição do que ainda vai restando e não há quem lhe ponha travão.
..."

Infelizmente, assim é!

E os bem instalados na vida, política e não só, lá vão andando...dizendo uns bitaites para fazer de conta que estão do lado do Povo!

Mesmo que cheguem a 2015 o que, sinceramente, duvido, não voltam a ganhar.


O Povo tinha a mania de ser "galinha" e contentar-te com uma mão cheia de milho que lhes costumam atirar para os contentar.

Mas agora doeu.E não foi somente ao povo pobrezinho que se contenta com pouco. Doeu àquela classe que não perdoa terem mexido com eles:a classe média, onde já estive inserida, mas com os roubos que me fizeram, deixei de fazer parte dela!

Mas confiemos que há um Deus justo e vai correr com estes tipos a grande velocidade!

Pedro Coimbra disse...

Rodrigo,
Esse sonho, no mundo melhor, com um homem novo, a viver "no pior dos sistemas políticos, à excepção de todos os outros", tem que continuar vivo.
Aquele abraço e votos de bfds

Fê-blue bird disse...

Partilho das suas preocupações e vivo numa angústia permanente.
Temos que ser fortes!

Um beijinho