sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Sebastião Antunes, Galandum Galundaina e Luís Peixoto - Cantiga da burra


3 comentários:

Fê-blue bird disse...

A burra não andava
Nem prá frente nem pra trás
Muito lhe ralhava
Mas eu não era capaz
Eu não era capaz
De fazer a burra andar


Não conhecia! Faz-me lembrar o que se passa neste país.

beijinhos e bom fim de semana

Luís Coelho disse...

Gosto desta música. Nem para traz nem para a frente. Estamos todos como a triste desta burra.

Enquanto tivermos mentirosos na politica não há nada a fazer.

Carlos Albuquerque disse...

A burra anda, e que rápido ela anda!
Anda para trás!
Falaram-lhe no burrico e ela saiu a correr para trás, atrás do burrico que é Gaspar.
Abraço, Rodrigo