sábado, 21 de fevereiro de 2015

Hoje é Sábado (desabafos).

Podia ser outro dia qualquer da semana, pois quando se é atirado para a inactividade, os dias da semana a pouco vão deixando de fazer sentido. Cada dia é apenas mais um. A única diferença que no dia se altera trata-se de ainda me poder dar ao luxo de neste dia da semana me juntar a um grupo de amigos, numa colectividade popular e mandar a dieta às urtigas e comer um bom cozido à portuguesa e pôr a escrita em dia (no que é possível).

Hoje a conversa descambou para um tema pouco habitual que apontava, para a quem pertence o futuro? Aos espertos (incluindo os Chicos) ou aos inteligentes? Na verdade e tendo em conta o conjunto de intervenientes não foi muito fácil concluir o que para mim sempre foi óbvio. Não preciso de enumerar os dados que vão aparecendo quase diariamente que mostram que neste Pais os espertos (e mais os Chicos) se foram safando à grande. Uns já estão a pagar por isso, certamente outros virão a pagar. Digo eu que acredito que a justiça é lenta mas funciona (graças a Deus, digo eu que sou ateu).

Aos que vão gozando impunemente, privilégios, surripiados aos incautos (que atiraram para a miséria) gozem, gozem pois, “chegará o dia das surpresas”!


7 comentários:

Rogerio G. V. Pereira disse...

É bom saber que mantêm a crença!

E que cita Saramago.

Janita disse...

Viva, Rodrigo!

Por acaso o sábado também é o meu dia de espairecer!

Gostei muito de ouvir a "sua música"!

Desconhecia este poema/canção na voz de Manuel Freire, mas sabe? Não sei se o dia da 'vingança' e de se fazer justiça, algum dia chegará!
Vá gozando esses momentos de convívio com os amigos, saboreando o nosso belo cozido à portuguesa e viva um dia de cada vez. Sempre hão-de existir os chicos espertos e os incautos.
Quanto a quem pertencerá o futuro, pouco importa. O que realmente importa é que estejamos de bem com a nossa consciência e disso eu tenho a certeza que o Rodrigo sente!
Um abraço e venha sempre desabafar connosco!

Janita

Pedro Coimbra disse...

A justiça tarda mas sempre aparece, Rodrigo.
Nas muitas voltas que a vida dá, ela está lá sempre à espreita.
Divina, ou não, pouco importa.
O que importa é que se mostre!
Aquele abraço

Graça Sampaio disse...

Chegará?! Sei não... Entretanto, viva o cozido à portuguesa e os encontros com os amigos!!!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Espero que tenha razão, Rodrigo.
Abraço

Fê blue bird disse...

Meu saudoso amigo, vivo para esse dia, mas ele está a tardar tanto...

beijinho

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Bom dia Rodrigo
Como ando meio ausente daqui e dali, perdi alguns dos teus escritos.
Acreditamos que se faça justiça.
Será sempre uma injustiça não obrigar esses Chicos a repor,devolver ao país e aos portugueses as somas roubadas.
Será sempre uma injustiça a nossa dita justiça amordaçada, lenta até prescrever e eles "os chicos" gozarem de mordomias e outras benesses que ao comum dos criminosos é negada.